Economia de combustível: como gastar menos e rodar mais

Economia de combustível: como gastar menos e rodar mais

31/05/2019

Com o aumento constante no preço do álcool e da gasolina, é imprescindível que as empresas orientem seus colaboradores a reduzirem o consumo desnecessário de combustível da frota.

Boas práticas de direção e de manutenção podem economizar até 35% de combustível e melhorar consideravelmente o rendimento dos veículos. Confira as dicas a seguir.

  1. Gaste menos nas ladeiras

Na subida, procure acelerar antes do início da inclinação. Desta forma, você evita de pisar mais forte no meio da ladeira. Contrariando o senso comum, nas descidas sempre deixe o carro engrenado – já que o motor em ponto morto continua funcionando em marcha lenta e, portanto, consome combustível, além de comprometer a segurança.

  1. Janela aberta não combina com alta velocidade

Quando o carro está acima dos 80km/h, o ar que entra no veículo aumenta a resistência aerodinâmica. Isto significa, em média, um gasto 10% maior de combustível. Prefira o ar condicionado!

  1. Controle o excesso de peso

É uma questão física: quanto mais pesado estiver o veículo, mais energia será gasta para o carro acelerar. Cada 50 kg a mais equivalem a 1% de aumento no consumo. Portanto, vale repensar a carga que será colocada dentro do veículo, além de transportes desnecessários – como bagageiros removíveis e suportes de bicicleta. Fique atento também à disposição do peso: excesso de objetos na parte dianteira aumentam o peso na área frontal e prejudicam a aerodinâmica.

  1. Mantenha os pneus calibrados

Quando murchos, os pneus ficam com maior contato junto ao asfalto e criam resistência ao rolamento. Procure calibrar sempre que abastecer. Vale lembrar que os pneus com baixa resistência ao rolamento, chamados “verdes”, geram uma economia de até 10% de combustível.

  1. Repense a velocidade na sua viagem

Na estrada, mais de 50% da energia é usada na superação do arrasto aerodinâmico – ou seja, a força que “segura” o carro ao acelerar. Quanto maior a velocidade, maior a resistência do ar e maior o consumo. O resultado? Gasta-se mais combustível, principalmente em alta velocidade – carros entre 90 e 120 km/h podem consumir até 30% a mais do que em velocidades menores.

  1. Tenha paciência no trânsito

Cada freada ou arrancada brusca exige muito do motor. O motorista que deseja economizar combustível deve trocar a marcha no momento certo – ou seja, aquelas que não forçam o motor. A média é trocar a marcha em torno das 3-4 mil rotações. Este cuidado não só economiza combustível como evita que o rendimento do carro seja prejudicado.

Atenção dobrada!

Os fatores que mais desperdiçam combustível* podem ser evitados no dia a dia:

  1. Pneus murchos (17,8% a mais de gasto)
  2.  Excesso de peso (10,8%)
  3. Janelas abertas (9,3%)
  4.  Velas gastas (7,5%)
  5. Filtro de ar entupido (6,2%)
  6.  Rodar no ponto morto (5,2%)

* Fonte: Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes).

Fleet News